Esta é uma atualização significativa para anunciantes do Facebook – alguns deles começaram a notar recentemente que suas imagens não estavam mais sendo reprovadas por conter muito texto. E agora, conforme compartilhado pelo especialista em mídia social, Matt Navarra, o Facebook está entrando em contato direto com os anunciantes para informá-los sobre a atualização, explicando que: “… não penalizaremos mais anúncios com maior quantidade de texto de imagem em leilões e entrega“.

A plataforma está atualmente em processo de atualização de sua documentação, para refletir essa atualização, mas a página de Ajuda do Facebook sobre texto em imagens de anúncios agora já diz:

Ou seja, embora ainda forneça dicas sobre como reduzir as proporções do texto em imagens de anúncios, agora não chega a dizer para mantê-lo em 20%. Em vez disso, avisa a métrica de 20% como uma prática recomendada (antes essa métrica era uma regra clara – anúncios com muito texto em suas imagens não seriam aprovados).

Para lembrar: o Facebook mantinha esse limite de texto pois percebeu que os usuários de suas plataformas não gostam de anúncios com muito texto na imagem principal, então o restringia para, aparentemente, melhorar a experiência geral do usuário. Em 2018 permitiu que os anunciantes incluíssem mais texto em seus anúncios, mas o alcance dos mesmos seria restrito, variando de acordo com a proporção que havia sido excedida do “limite”.

Aparentemente, nesta nova atualização não haverão mais restrições de alcance, fazendo com que anúncios com mais de 20% de texto na imagem principal sejam exibidos normalmente, e atingirão a mesma quantidade de pessoas que qualquer outro anúncio do Facebook.

Porém, como pode-se ler na explicação oficial, o Facebook ainda afirma que as imagens de anúncios com menos de 20% de texto têm melhor desempenho e recomenda que os anunciantes mantenham seu “texto curto, claro e conciso para transmitir sua mensagem de maneira eficaz“.

Fonte: Agência de Bolso

Deixar um comentário

#curtir
Top